Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Friday, 15 May 2015 16:31

Fórmula 1 anuncia mudanças nas regras para 2017

Fórmula 1 anuncia mudanças nas regras para 2017
Outra das principais medidas definidas foi a alteração nos motores, não para aumentar a velocidade dos carros, mas sim para deixá-los mais barulhentos.

 

 

Em busca de se tornar mais atrativas e recuperar alguns fãs descontentes com os rumos da categoria nos últimos anos, a Fórmula 1 anunciou nesta sexta-feira algumas mudanças que serão adotadas a partir da temporada 2017. A principal delas é a volta do reabastecimento durante as provas, que havia sido permitido pela última vez em 2009.

Para recuperar a aura de "espetáculo", que conquistou os fãs da categoria nas décadas de 70, 80 e 90, um grupo de estratégia da Fórmula 1 se reuniu nesta sexta. Entre os nomes que se encontraram, estavam os chefes da Ferrari, da Mercedes e da McLaren, o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, e o chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone.

Outra das principais medidas definidas nesta sexta-feira foi a alteração nos motores, não para aumentar a velocidade dos carros, mas sim para deixá-los mais barulhentos, como explicou a Fórmula 1 em nota. Os fãs da categoria reclamaram bastante dos motores mais silenciosos, adotados como parte das mudanças para a última temporada, alegando que o barulho dos carros é parte do folclore da Fórmula 1. A reivindicação foi aceita e o conhecido ruído dos monopostos estará de volta a partir de 2017.

A reunião também definiu uma alteração já para 2016. A partir da próxima temporada, as equipes vão escolher livremente os pneus a serem usados em cada prova. Elas poderão utilizar duas das quatro opções disponíveis (supermacio, macio, médio e duro), ao contrário do que acontece atualmente, com a Pirelli pré-determinando dois modelos para cada corrida.

O grupo de estratégia ainda definiu mudanças para deixar os carros com "aparência mais agressiva", "nas regras de aerodinâmica", "pneus mais selvagens" e "redução no peso dos carros". Com toda essa revolução, a Fórmula 1 pretende tornar suas provas mais imprevisíveis e os monopostos de cinco a seis segundos mais rápidos por volta.

Um bom retrato da monotonia atual na categoria foi o GP da Espanha, realizado no último domingo, com a prova mais uma vez inteiramente dominada pela Mercedes. Nico Rosberg venceu de ponta a ponta, sem sequer ser incomodado. Maior concorrente da equipe alemã, Sebastian Vettel, da Ferrari, terminou em terceiro, a 45 segundos de Rosberg e a 28 do segundo colocado Lewis Hamilton. Com informações do Estadão Conteúdo.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces