Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
domingo, 17 maio 2015 17:13

Djokovic derrota Federer, fatura 5º título do ano e amplia série invicta

Djokovic derrota Federer, fatura 5º título do ano e amplia série invicta
Com esta sequência, o sérvio fechou em grande estilo sua preparação para Roland Garros, único Grand Slam que ainda não conquistou

 

Novak Djokovic segue imbatível na temporada 2015. O sérvio derrotou neste domingo o suíço Roger Federer no Masters 1000 de Roma e faturou seu quinto título do ano. No saibro italiano, o número 1 do mundo fez um duelo equilibrado no set inicial, mas dominou com tranquilidade o 2º colocado do ranking na segunda parcial e fechou o jogo com parciais de 6/4 e 6/3, em apenas 1h15min de confronto.

Djokovic acumulou seu 53º troféu no circuito profissional, sendo o 24º no nível Masters 1000. O recordista nestes torneios é o espanhol Rafael Nadal, com 27 títulos. Federer, que tem 23, foi superado neste domingo pelo sérvio. Além disso, Djokovic ampliou sua série invicta para 22 jogos. Ele não perde desde a final do ATP 500 de Dubai, quando foi superado justamente pelo suíço. Desde então, venceu em Indian Wells, Miami e Montecarlo.

Com esta sequência, o sérvio fechou em grande estilo sua preparação para Roland Garros, único Grand Slam que ainda não conquistou. Federer, por sua vez, tem a seu favor a boa evolução no piso nas últimas semanas. Após decepcionar em Montecarlo, ele faturou o título do ATP 250 de Istambul, caiu na estreia em Madri e, em Roma, chegou à final. O suíço segue sem levantar o troféu na capital italiana.

No confronto direto, os dois tenistas continuam apresentando grande equilíbrio. Federer lidera com apenas um triunfo de vantagem: 20 a 19. Em Roland Garros, se eles voltarem a se enfrentar, será somente na grande final porque será os dois primeiros cabeças de chave.

Para manter sua grande fase, neste domingo, Djokovic precisou caprichar no saque e variar o estilo no saibro de Roma. O primeiro set foi dominado pelo equilíbrio. Cada tenista vencia seu game de saque com certa tranquilidade. O primeiro break point só surgiu no nono game, a favor de Federer, que não converteu a chance. Na sequência, Djokovic aproveitou sua oportunidade, quebrou o serviço do rival e fechou o set.

Mais confiante pela vantagem conquistada no placar, o sérvio começou melhor a segunda parcial. Aproveitando o fraco rendimento de Federer com o primeiro serviço, Djokovic faturou a quebra no segundo game e fez 2/0. Em seguida, abriu 4/1 e passou a pressionar o saque do adversário em cada game. O suíço se defendeu como pôde, mas não teve forças para reagir. Com informação do Estadão Conteúdo. 

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces