Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
domingo, 08 novembro 2015 20:09

Palavras do Imam Hussein (a paz e a benção de Deus esteja sobre ele), na epopeia de Hussein, 8ª parte

Palavras do Imam Hussein (a paz e a benção de Deus esteja sobre ele), na epopeia de Hussein, 8ª parte
Neste texto abordamos a saída do Imam Hussein da Meca em direção a Karbala.

 

 

Aproximando-se os dias da peregrinação, os muçulmanos vieram incessantemente em grupos a cidade de Meca. Nesse tempo, o Imam Hussein entendeu que uma pessoa chamada Amer-al- Bin Saeed Aas, por ordem de califa Yazid tinha entrado na Meca disfarçado como chefe de um grupo de peregrinos, mas sua missão verdadeira era assassinar como e onde for possível, o Imam. Assim o Imam Hussein decidiu respeitar ritual de Meca e não participar na cerimónia de Hajj e, saiu de Meca com a sua peregrinação inacabada.

O Imam, antes de partir, pronunciou um sermão para os membros da família de Bani Hashim e um grupo de seus seguidores que o acompanhava na sua saída a Meca:

“louvado seja Deus e será finalizado como o Deus queira”. Não há força mais que Deus. Saudações divinas estejam sobre o seu enviado.

A morte foi projetada para os homens, bem como colar cervical jovem, e eu estou tão animado para ver os meus ancestres do mesmo modo que Jacob angustiava para ver o José.

Meu Senhor me destinou um lugar de martírio que me submeterei. É como com os meus próprios olhos viram os desertos mais ferozes desmembrar-me numa terra no meio Nínive e Karbala. Eles saciar seus estômagos famintos e encher seus depósitos vazios. “Sem poder escapar do que tem sido designado com a pluma do destino, estamos satisfeito com aquilo que Deus está satisfeito e somos pacientes as aflições e provas que encontremos no caminho, e Deus nos concederá a recompensa dos pacientes”.

 

Neste sermão explicitamente que ele fala tanto de seu martírio e suas particularidades e comunidade em questão para os seus companheiros para que forem preparados para viajar se eles estão dispostos para tal programa e desejam oferecer seu sangue no caminho do Alcorão e dar suas vidas na maneira de se encontrar com seu Senhor.

Então ele disse: "Entre o enviado de Deus e pedaços do corpo de seus filhos não será separação e estarão juntos no grande jardim, pois eram um meio de alegria e luz dos olhos do Profeta (P) e através de suas mãos serão implementado a sua promessa (o estabelecimento da governa divina na terra).

“Saibam que qualquer um de vocês que esteja disposto a dar seu sangue em nosso caminho e dar sua vida no caminho do martírio e do encontro com seu Senhor, que esteja preparado para ir conosco, como nos vamos sair amanhã de manhã, se Deus quiser”.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces