Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Monday, 22 February 2016 10:28

O ser humano, a religião e a saúde mental (1)

O ser humano, a religião e a saúde mental (1)
IRIB- Um dos assuntos que atualmente tem atraído a atenção da maioria dos cientistas, trata se do caso da tranquilidade e a segurança mental das pessoas.

Seguramente vocês também têm pensado neste assunto, porquê na atualidade, com tantas possibilidades materiais e de bem-estar que existem a disposição do ser humano, ainda a maioria das pessoas não estão satisfeitas com suas vidas.

Os psicólogos consideram que o aumento da preocupação, depressão e a insatisfação interior, são índice claro desta época. Segundo eles, a vida se tornou se violenta e tem perdido sua razão . Reduziu-se o sentimento do prazer verdadeiro entre os povos e a maioria das pessoas, especialmente nas sociedades industrializadas; dormem com a ajuda de medicamentos contra insonia. Por esta mesma razão, atualmente, com a maior cumplicidade da vida pessoal, social e o aumento do nível de estrés entre as pessoas, aumenta mais a necessidade de atender os assuntos psicológicos e sentimentais.

Há que confessar que apesar dos progressos materiais e interesseiro , ainda não se forneceu os princípios da saúde mental das pessoas.

À anos atrás , na década de 80, um pesquisador norte-americano chamado Mayers escreveu sobre a sociedade ocidental e dissera :

Nenhum século tem tido tanta bênção material, tecnológica e industrial, no entanto em nenhum século, o meio ambiente tem sido destruído assim. Nenhuma cultura tem experimentado tanta depressão. Em nenhum período, por um lado a tecnologia tem presenteado esta tranquilidade e bem-estar, por tantos instrumentos horríveis para a amplitude da corrupção e a destruição. Atualmente, nós gozamos de muitas possibilidades educativas, mas observamos um alto nível de desesperança e suicídio entre adolescentes e jovens.

Nestes programas esforçaremos para comentar sobre a saúde mental com uma visão religiosa. Nos últimos estudos e investigações realizadas no terreno da saúde mental, descrevemos a capacidade da religião para conceder um exemplo correto à vida. Esperamos que nos ajudem através de suas opiniões a respeito.

Temos dado muitos significados para a saúde mental e as vias do tratamento de doenças espirituais. Bem como também para as religiões divinas e diferentes movimentos filosóficos.

Os líderes religiosos têm explicado de uma forma diferente sobre o caso da saúde mental e estudam desde diferentes marcos intelectuais.

Segundo a Organização da Saúde Mundial, a saúde mental significa a capacidade do estabelecimento de uma relação adequada com os demais, a capacidade de mudar e fazer reformas no ambiente pessoal e social é a solução das diferenças ; e também, mudar as tendências pessoais de uma forma favorável e adequada.

Dadas estas definições completas e globais, entendemos que a saúde mental é muito mais eficaz na vida das pessoas. Ter bons objetivos junto com um esforço contínuo, para atingir sucessos em diferentes terrenos da vida, somente podem ser obtido através de um espírito são. A saúde mental e espiritual eleva o nível da satisfação da vida e isto, deixa uma influência óbvia na redução das preocupações mentais e psicológicas das pessoas. Atualmente, a cada dia que passa, aumenta o número de pessoas que pensam que a espiritualidade trata as preocupações e depressões existentes. Atualmente, o ser humano com uma visão aberta, tem chegado a esta conclusão, de que sem a espiritualidade, ficam sozinhos e sofrem uma vida sem interesses .

Ainda que no passado, alguns psicológicos não conheciam oficialmente o papel da religião e os ensinos religiosos na manutenção da saúde mental, mas atualmente a maioria dos experientes tem confessado sobre a influência da religião e seus ensinos na saúde mental. Considera que a maioria de suas pesquisas científicas no terreno da saúde mental, concorda com as recomendações religiosas. A este respeito, é necessário aludir à experiência do psiquiatra e psicólogo suíço, Carl Jung.

Ele escreve assim: em todos os pacientes que encontrei na segunda metade de minha vida, cheguei à conclusão que eles sofrem problemas por não ter uma visão adequada sobre a vida. Seguramente pode ser dito que todos eles sentiam uma profunda doença, porque haviam perdido o que as religiões divinas da cada época, ensinavam a seus seguidores.

Nenhum deles, obteve uma saúde completa sem antes ter uma visão religiosa verdadeira sobre a vida.

Atualmente, algumas investigações realizadas no terreno da influência espiritual na elevação do nível da saúde mental, realizam-se em umas sociedades, onde se reduziu a presença da religião e ensinos religiosos. Os psicólogos em certas sociedades acreditam que é necessário crer profundamente na existência de valores elevados e um poder elevado. Eles consideram que é muito eficaz e útil utilizar dos assuntos religiosos para enfrentar as preocupações e as depressões.

 

Add comment


Enlaces