Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Monday, 08 June 2015 14:59

A Estrada para a Luz, surata Bácara, versículos 44-47 (14ª partes)+audio

A Estrada para a Luz, surata Bácara, versículos 44-47 (14ª partes)+audio
O Alcorão é um livro divino através do qual o homem conhece a vida e o espírito deste e do outro mundo, e sua ligação com o mundo da existência e do seu Criador.

 

Com o Alcorão prepara oportunidade para o homem conhecer a sua base no mundo da existência, e também saber o propósito de sua criação, sendo o Alcorão claro e conduz à comunidade humana da morte para a vida, da estagnação para se mover, e das palavras aos atos e marca a orientação dos atos humanos, de modo que o Profeta do Islã disse: "Quando a sedição cobrindo-os como a escuridão da noite e fazendo o seu desvio, em seguida, pedir ajuda ao Alcorão.”

Assim, o Alcorão é uma escola dinâmica, que ensina a salvação, estabelece relações entre os homens e aos outros fazendo como uma única nação com uma estrutura firme e se as pessoas tomam lição com isso e agir de acordo com suas instruções, em seguida, garante a chegada de um estilo de vida saudável, livre e avançado.

No programa anterior, aprendemos do Alcorão que não devemos misturar com falsas ou simplesmente ignorar a verdade, agora vamos ouvir os versículos 44 do surata de Bácara:

 

تأمرون الناس بالبر وتنسون أنفسكم وأنتم تتلون الكتاب أفلا تعقلون

Ordenais, acaso, às pessoas a prática do bem e esqueceis, vós mesmos, de

fazê-lo, apesar de lerdes o Livro? Não raciocinais? (Bácara: 44)

 

Embora estas palavras do Alcorão fossem direcionadas para os filhos de Israel e seus sábios cientistas, no entanto, o significado do versículo é mais amplo, ser bondoso é um ato digno que separa o homem do egoísmo e egocentrismo e põe em manifesto a joia da humanidade e filantropia. Há pessoas que convidam a bondade e gentileza, embora eles próprios não sejam um exemplo disso. Deus nos outros versículos também proibiu de fazê-lo, no versículo cinco da surata Juma lê:

Aqueles que haviam confiados com a Torá, mas não os observam, são semelhantes a um burro carregando livros. O mau exemplo das pessoas que desmentem os versículos de Deus! Deus não encaminha os impuros.

Neste contexto, o Hazrate Ali, aquele governador justo diz:

O povo, juro por Deus que não faço vocês a nenhum culto, a menos que anteriormente eu mesmo tivesse ter feito, ou evitar fazer qualquer ato de mal, a não ser que eu antes tivesse sido deixado do “Procurar ajuda com paciência e em Salat (oração), sim, é algo um pouco difícil, mas não para os humildes que contam com encontrar o seu Senhor para voltar a Ele”.

واستعينوا بالصبر والصلاة وإنها لكبيرة إلا على الخاشعين

Amparai-vos na perseverança e na oração. Sabei que ela (a oração) é carga

pesada, salvo para os humildes, (02:45)

الذين يظنون أنهم ملاقو ربهم وأنهم إليه راجعون

Que sabem que encontrarão o seu Senhor e a Ele retornarão. (02:46)

 

Os versículos 45 e 46 do surata de Bácara que ouviram, chama a atenção em dois pontos poderosos internos e externo para o desenvolvimento e a exaltação do caráter. A paciência diminui a importância de qualquer grande problema, desperta no homem a atenção a Deus e se refugio a Ele, cria o espírito de fé e de segurança, e une o homem como um forte apoio. Desde então, adorar e Salat, desfrutam de tal lugar do ponto de vista dos homens puros e humildes. O estimado versículo apresenta os humildes como aqueles que têm fé na ressurreição e em regressar a Ele, essa crença revive no homem o estado de modéstia e o senso de responsabilidade e apresenta o campo da vida como uma cena de tribunal em que o homem deve responder por suas boas e más ações.

Desde que os amigos devem ter em conta, o objetivo de visitar o Deus neste versículo não é uma visita visível na ressurreição já que Deus não é um corpo que se vê, mas para observar os sinais de seu poder em punição e recompensa. A este respeito, um dos amigos de Hazrate Ali (S.A)lhe perguntou:

Você já viu o seu Deus. Hazrate disse em resposta: "Eu não adoro a um Deus que eu não o vejo.”

Hazrate explicou que os olhos não são capazes de observá-lo, mas corações vão perceber a luz da fé.

O versículo 47 de Surata de Bácara recorda outra bondade divina aos filhos de Israel, e pede que, em vez de receber essa bondade se lembram a Deus e adorá-lo. Esta bondade divina para a tribo judaica foi a sua salvação do domínio do Faraó, depois que os filhos de Israel, chegaram ao governo egípcio e aproveitaram numerosos benefícios econômicos e graça a liderança e gestão de profeta Moisés, obtiveram a superioridade e a virtude com o seguinte versículo nós despedimos a todos vocês até a próxima edição:

يا بني إسرائيل اذكروا نعمتي التي أنعمت عليكم وأني فضلتكم على العالمين

Ó Israelitas, recordai-vos das Minhas mercês, com as quais vos agraciei, e de

que vos preferi aos vossos contemporâneos. (Bácara: 47).

Media

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces