Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
terça, 01 setembro 2015 10:35

A Estrada para a Luz, Surata Bácara (A Vaca), versículos 102-106 (Parte 23).

A Estrada para a Luz, Surata Bácara (A Vaca), versículos 102-106 (Parte 23).
Começamos este programa com recitação de versículo 102 de surata Bácara do Alcorão Sagrado:

 

 

واتبعوا ما تتلو الشياطين على ملك سليمان وما كفر سليمان ولكن الشياطين كفروا يعلمون الناس السحر وما أنزل على الملكين ببابل هاروت وماروت وما يعلمان من أحد حتى يقولا إنما نحن فتنة فلا تكفر فيتعلمون منهما ما يفرقون به بين المرء وزوجه وما هم بضارين به من أحد إلا بإذن الله ويتعلمون ما يضرهم ولا ينفعهم ولقد علموا لمن اشتراه ما له في الآخرة من خلاق ولبئس ما شروا به أنفسهم لو كانوا يعلمون

E seguiram o que os demônios apregoavam, acerca do Reinado de Salomão. Porém, Salomão nunca foi incrédulo, outrora, foram os demônios que incorreram na incredulidade, Ensinaram aos homens a magia e o que foi revelado aos dois anjos, Harut e Marut, na Babilônia. Ambos, a ninguém instruíram, se quem dissesse: Somos tão somente uma prova; não vos torneis incrédulos! Porém, os homens aprendiam de ambos como desunir o marido da sua esposa. Mas, com isso não podiam prejudicar ninguém, a não ser com a anuência de Deus. Os homens aprendiam o que lhes era prejudicial e não o que lhes era benéfico, sabendo que aquele que assim agisse, jamais participaria da ventura da outra vida. A que vil preço se venderam! Se soubessem… (Bácara: 102)

Este versículo menciona o desenvolvimento de magia no reinado de Salomão (a paz esteja com ele) que ordenou naquele momento para recorrer as notas dos mágicos, mas depois que algumas pessoas alcançaram estas notas magicas e começaram a ensiná-las. Até que alguns deles não apresentaram à Torá e acreditavam que o reinado de Salomão e também a conquista de seres invisíveis e os seres humanos, animais e pássaros e outras ações extraordinárias de Salomão tinham sido tudo por magia. Neste versículo se recusa a acusação dos judeus que atribuíam a Salomão e Salomão não deixa de acreditar e é pura magia e, porque a magia é apropriada de seres vivos no mundo, ao contrário da situação que Deus que colocou como normal para eles, e isso é como o ateísmo, enquanto que Salomão foi um profeta inocente e purificado de qualquer pecado e ateísmo. Deus tem mencionado em diferentes suratas como em Profetas e a Formiga, disse que é dada a ciência e sabedoria. Judeus também chegaram à magia de outra forma. Apareceram dois anjos divinos chamados Harut e Marut e ensinaram o povo de Babel maneiras de neutralizar a magia, anjos antes de ensinar, disseram que não disfrutam de suas magias, porque vai causar ateísmo, mas eles não prestaram atenção a estas palavras e aproveitaram incorretamente esta ciência, se dedicaram a luxúria. Por exemplo, o versículo menciona a dividir de um homem e sua esposa. Este versículo mostra que a magia não pode influenciar a vida das pessoas e tudo está sob o poder de Deus se pode auxiliar e refugiando-se em Deus, também é mencionado, neste ponto que não é inútil e suficiente apenas estudar a ciência, porque se um aluno não é saudável e compassiva a luz de desfrutar a ciência pelo povo, causa corrupção e destruição da comunidade. Lemos versículo 103 da surata de Bácara:

 ولو أنهم آمنوا واتقوا لمثوبة من عند الله خير لو كانوا يعلمون

Todavia, se tivessem acreditado, e temido, teriam obtido a melhor recompensa de Deus. Se o soubessem!… (Bácara: 103)

Esse versículo menciona um ponto essencial na vida de todos os seres humanos, este ponto é a verdadeira fé e virtude espiritual que merecem atenção, porque sem elas leva o homem ao pecado e à corrupção, a origem de todas as rebeliões e tão falsas declarações dos judeus são causados por esse problema, a piedade não é apenas sobre como evitar atos ruins, mas é um estado interior que não permite que o homem de atuar o mau e também admira o bom funcionamento.

 يا أيها الذين آمنوا لا تقولوا راعنا وقولوا انظرنا واسمعوا وللكافرين عذاب أليم

Ó fiéis, não digais (ao Profeta Mohammad): “Raina”, igualmente, dizei: “Arzurna” e escutai. Sabei que os incrédulos sofrerão um doloroso castigo. (Bácara: 104)

ا يود الذين كفروا من أهل الكتاب ولا المشركين أن ينزل عليكم من خير من ربكم والله يختص برحمته من يشاء والله ذو الفضل العظيم

Aos incrédulos, dentre os adeptos do Livro, e aos idólatras, agradaria que não vos fosse enviada nenhuma mercê do vosso Senhor; mas Deus outorga a Sua Clemência exclusivamente a quem Lhe apraz, porque é Agraciante por excelência. (Bácara: 105)

O que lemos foram os versículos 104 e 105 da surata Bácara, estes versículos de novo apontam ao rancor e raiva dos judeus e o abuso deles até mesmo algumas palavras e demonstra que o Islã considera muita atenção para escolher condições apropriadas para as relações sociais e respeitar quando se fala aos mais velhos e evitar aos muçulmanos qualquer trabalho que causa ridicularizar ou insulto aa santidades. O versículo 105 é a altura de inimizade e malícia dos ateus e politeístas com crentes e alerta que eles não vão receber uma bênção de Deus pela intensidade de animosidade, logo se lembra de que Deus é misericordioso poderoso e sábio que dá assistência a qualquer pessoa que julga pertinente. Neste contexto, o versículo seguinte é um pretexto para a malícia e inquina aos muçulmanos pelos judeus e diz que Deus é capaz de fazer tudo. Judeus criticaram que os muçulmanos não têm uma religião independente e rezam em direção à quibla deles. A ordem de Deus a Quibla de Beit al-Moghadas foi mudado para Meca e foi dirigida esta declaração para eles. Agora lemos o versículo 106 da surata de Bácara:

 ما ننسخ من آية أو ننسها نأت بخير منها أو مثلها ألم تعلم أن الله على كل شيء قدير

Não ab-rogamos nenhum versículo (36), nem fazemos com que seja esquecido (por ti), sem substituí-lo por outro melhor ou semelhante. Ignoras, por acaso, que Deus é Onipotente? (Bácara: 106)

Por outro lado, com estes versículos aprendemos que em primeiro lugar a fé por si só não é suficiente, mas que o respeitar a virtude é necessária para proteger a árvore da fé de qualquer praga e perigo. Em segundo lugar, devemos prestar atenção para enfrentar o inimigo e vigilar todos os nossos atos e palavras e queira que qualquer progresso este em monopólio dele, pois, nunca devemos depender deles apenas confiar sempre em Deus compassivo. Igualmente entendemos que o Islã é uma religião mundial e eterna e nunca chega a um beco sem saída e quando seja oportuno permanece fixo ao lado de sua fundação e também pode ser modificadas leis.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces