Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Monday, 12 October 2015 03:47

Surata Bácara, versículos 124 a 127 (parte 27).

Em nome de Deus

 

 

Prezados leitores, com as nossas saudações, iniciamos mais outra serie da programação a "Estrada para a Luz", e vamos continuar com as interpretações da surata Bácara.

Primeiramente, lemos o versículo 124 da Surata Bácara:

 

وإذ ابتلى إبراهيم ربه بكلمات فأتمهن قال إني جاعلك للناس إماما قال ومن ذريتي قال لا ينال عهدي الظالمين

 

E lembrei-vos de quando foi posto à prova Abraão por seu Senhor, com certas palavras, e que ele as cumpriu. O Senhor disse: “por certo, farei de ti dirigente para os homens”. Abraão disse: E de minha descendência? Allah disse: Meu pacto não alcançará os injustos. (Bácara: 124).

 

As saudações ao profeta Abraão, que tem entre os profetas prestígio especial, o seu nome foi repetido 69 vezes em 25 das suratas do livro sagrado de Alcorão e ele tem sido visto como o profeta de Islã que é um exemplo a seguir. A partir deste versículo para os próximos 18 versículos o Alcorão que fala deste grande profeta divino, herói do monoteísmo que se fundou a Kaaba, quem saiu vitorioso da prova divina chegando ao pico do Imamato. A prova é das tradições divinas, ou seja, Deus tem posto isto para todos os povos, mas as provas divinas não são como das humanas porque o homem faz uma prova para informar algo, mas Deus sabe de tudo e estas provas divinas destinam-se como objetivo a determinar o mau e o bom de homens, estas provas tornam fazer com que cada um desfruta a vontade de Deus, há oferecido ou escolhido o caminho certo ou errado e receber uma compensação. Neste versículo lemos sobre a prova que o Abraão saiu vitorioso, embora não fosse fácil, aqui nos aludimos a algumas destas provas.

Abraão entre sua tribo e sua família foi à única pessoa monoteísta que se enfrentou com o politeísmo e idolatria, entrou no templo e quebrou todos os ídolos, embora os idolatras por este ato o jogaram no fogo, como ele tinha uma crença firme a Deus entrou no fogo e por ordem divina, o fogo se arrefeceu.

Outra prova divina de Abraão foi que até sua velhice, Deus não lhe deu filhos, e quando ele finalmente ofereceu-lhe  um filho chamado Ismael,  Abraão no sonho tinha visto que iria sacrificar essa criança, então percebeu que era uma ordem divina, de modo que levou-o a sacrifício, ou seja, ele obedeceu a essa ordem, embora fosse muito difícil.

Neste versículo também vimos que Abraão pede a posição do Imamato para a sua descendência, mas Deus recorda que só os capacitados chegariam a esta posição. O cargo de Imamato é mais alto e elevado do que a profecia, o profeta é um agente que tem como o seu dever fazer entregar as ordens divino, mas o Imam é encarregado de realizar as ordens e a justiça social entre o povo, segundo este versículo o Imamato é um lugar divino onde os ímpios e tiranos não vão chegar a esta posição.

Agora vamos ler o versículo 125 da surata de Bácara:

 

 وإذ جعلنا البيت مثابة للناس وأمنا واتخذوا من مقام إبراهيم مصلى وعهدنا إلى إبراهيم وإسماعيل أن طهرا بيتي للطائفين والعاكفين والركع السجود

 

E lembrei-vos de quando fizemos a casa um lugar de visita e segurança para os homens, e dissemos: "Tomai o lugar (Maqam) de Abraão uma capela!" E recomendamos a Abraão e Ismael: Purificai Minha Casa para os que a dar as voltas, e para os que estão em retiro e para os que se curvam e se prosternam. (Bácara: 125)

 

O versículo anterior se refere ao lugar alto do Abraão, este versículo recorda as grandes memórias que tem dado a Abraão que é a Kaaba e disse que esta casa é a casa do povo e da nomeação dos monoteístas em toda a história, um compromisso seguro e sagrado onde às pessoas se circulam a sua volta e fazem à oração, os peregrinos que vão a Meca, em seguida, se lançando em torno da Kaaba, fazem uma oração e agradecem a Deus pelos esforços de Abraão, vendo uma pedra sobre a qual Abraão se separava quando estava construindo a parede da Kaaba como um oratório, diante dos peregrinos e nenhum deles deveria fazer mais oração em frente a esta pedra.  Abraão e Ismael não apenas construíram a Kaaba, pela ordem de Deus como também construíram a mesquita de al-Haram destinada a aqueles que chagassem a este lugar sagrado fazendo orações. Principalmente a mesquita é a casa de Deus e o servo da Mesquita é amigo de Deus.

Então ouvimos o versículo 126 e 127 da surata de Bácara:

 وإذ قال إبراهيم رب اجعل هذا بلدا آمنا وارزق أهله من الثمرات من آمن منهم بالله واليوم الآخر قال ومن كفر فأمتعه قليلا ثم أضطره إلى عذاب النار وبئس المصير 

Abraão disse “Senhor meu”! Faça deste uma cidade de segurança e dá dos frutos, por sustento, a seus habitantes, aqueles que dentre eles, que creem em Deus e no Derradeiro Dia. Allah disse: “E a quem renega a Fé, fá-lo-ei desfrutar por algum tempo, em seguida, forçá-lo-ei ao castigo do fogo”. E que execrável destino! (Bácara: 126)

وإذ يرفع إبراهيم القواعد من البيت وإسماعيل ربنا تقبل منا إنك أنت السميع العليم

 

E lembrei-vos de quando Abraão levantava os alicerces da casa: Casa, e Ismael também, dizendo: Senhor nosso! Aceita-a de nós. Por certo, Tu, Tu és o Oniouvinte, o Onisciente. (Bácara: 127).

 

Quando o profeta Abraão construiu a Kaaba e a preparou para a oração, pediu duas coisas para o povo desta cidade, a segurança e tranquilidade e uma bênção e prosperidade para o seu povo, Abraão perguntou essas coisas só para os crentes, mas Deus em resposta a solicitação disse que a sua benção era oferecido a todas as pessoas que sejam crentes ou não e não vai privar ao apostatas os seus frutos materiais, mas no dia da ressurreição será o seu lugar no inferno onde eles terão de enfrentar o fogo do inferno.

Agora nós revemos as lições que aprendemos com esses versículos

1. Deus Todo-Poderoso fornece posição espiritual, segundo a capacidade de pessoas e os diferentes acidentes se tratam como provas divinas e quem se sai triunfada destas provas demonstrará sua capacidade de alcançar lugares espirituais elevados.

2. O Imamato e liderança do povo são lugares divinos não mundanos, de modo que cada pessoa tem o direito de dirigir e governar a sociedade islâmica e essa pessoa deve ser escolhido por Deus.

3. As mesquitas são locais especiais de Deus e devemos respeitar o seu prestígio e santidade, e os seus servos devem ser pessoas purificadas.

4. Meca é uma cidade que é o lugar exemplar no culto Islâmico e é um centro de segurança e, especialmente, a oração e adoração a Deus seria possível graças à segurança e à paz, porque a religião não está separada do mundo.

Add comment


Enlaces