Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Sunday, 20 December 2015 05:31

Surata Bácara (A Vaca), versículos 153-157 (Parte 33)

Surata Bácara (A Vaca), versículos 153-157 (Parte 33)
Em nome de Deus Todo-Poderoso Melhores cumprimentos a todos vocês, queridos ouvintes da voz do IRIB, estamos aos vossos  serviços para mais outro programa semanal intitulada “Estrada para a luz”, espero que seja de interesse.

 

O Alcorão Sagrado é um guia claro, é uma fonte que satisfaz cada pessoa de acordo com sua sede e amor. Nesta semana, vamos continuar a ouvir os versículos do Alcorão Sagrado para refrescar e reanimar a nossa alma.

 يا أيها الذين آمنوا استعينوا بالصبر والصلاة إن الله مع الصابرين

Ó fiéis, amparai-vos na perseverança e na oração, porque Deus está com os perseverantes. (Bácara: 153)   

Homem ao longo de sua vida enfrenta muitos problemas e dificuldades e se não tivesse a força necessária para lidar com eles, seria forçado a aceitar o fracasso. Mas o homem crente se apoia em dois pilares a se enfrentar com esses problemas, um é a paciência e o outro é a oração (o Salat) e sua relação com Deus, e também se apoia em seu poder interno, Deus também prometeu ajudar os pacientes devotos e nós vamos os abandonar e que esse mesmo apoio divino é a grande ajuda nas dificuldades. Então, nós convidamos para ouvir o versículo 154 da surata Bácara.

 ولا تقولوا لمن يقتل في سبيل الله أموات بل أحياء ولكن لا تشعرون

E não digais que estão mortos aqueles que sucumbiram pela causa de Deus. Ao contrário, estão vivos, porém vós não percebeis isso. (Bácara: 154)

Após o versículo anterior em que se falou de paciência este versículo refere-se a jihad e o martírio no dia divino que pelos muitos problemas econômicos e físicos, a necessitável sacrifício e resistência, algumas pessoas ignorantes ou tendenciosas, não somente  participam na guerra e defesa, senão tentam decepcionar as pessoas e mostrar o sacrifício inútil, eles com um rosto alegre se lamentam por aqueles que morreram no caminho de Deus e dizem, que pena que haviam morto em vão! Na guerra de Badr, foram feitos mártires 14 muçulmanos, algumas pessoas chamando-os mortos, mas foi revelado este versículo e se proibiu  estes equívocos e falsa ideia, já que os mártires estão vivos e têm um modo de vida que não podemos perceber. Então ouvimos o versículo 155 da surata de Bácara.

 ولنبلونكم بشيء من الخوف والجوع ونقص من الأموال والأنفس والثمرات وبشر الصابرين

Certamente que vos poremos à prova mediante o temor, a fome, a perda dos bens, das vidas e dos frutos. Mas tu (ó Mensageiro), anuncia (a bem-aventurança) aos perseverantes (Bácara: 155)

O teste é uma das tradições definitivas de Deus que abraça todos os homens, sem embrago, não são iguais as provas para todos os homens, mas cada pessoa é examinada de acordo com as possibilidades e capacidades que Deus colocou a sua disposição, para um grupo os problemas económicos são a origem de provas e dos outros perigos corporais e presença de guerra são a origem do prova. Dar então as provas divinas não são para que Deus nos conheça, porque Ele é consciente mais do que nós mesmos, mas estas provas são para que possamos conhecer melhor uns aos outros, para revelar nossos talentos internos e preparar as bases para a recompensa ou punição divinos, mais boas características humanas, tais como a paciência, alegria, piedade e sacrifício surgem somente através do encontro com os problemas que deram origem ao crescimento e educação da alma humana. Em seguida, oferece-lhes o versículo 156 da surata Bácara.

 الذين إذا أصابتهم مصيبة قالوا إنا لله وإنا إليه راجعون

 Aqueles que, quando os aflige uma desgraça, dizem: Somos de Deus e a Ele retornaremos – (Bácara: 156)

Após o versículo anterior que pregou as bondades para aqueles que são pacientes, este versículo apresenta aos pacientes e diz que os pacientes reais são aqueles que dizem: somos de Allah e a Ele voltaremos. Essa é a desisti-los em vez de alienação, se confiar em Deus. Quem reconhece sua origem e dependente de Deus e um Deus que orienta a existência baseada na bondade e sabedoria, segundo diz tudo é belo e gratificante no mundo. Principalmente o mundo não é um lugar eterno, não é um lugar de sono e descanso para que o homem pense sobre em descanso e diversão, o mundo é um campo de provas e as dificuldades são os meios de prova e os infortúnios não são sinais da falta de amabilidade divina, mas sim os meios de ação e esforço, mas o povo perante os desastres se dividem em vários grupos, um grupo de impaciente que sempre se queixa e se desilude, outro grupo de pacientes aos problemas e em vez de falar como ateus, refugia-se em Deus, e outro grupo, além de paciência, dá as graças a Deus, porque ele é conhecido como a origem do desenvolvimento e fortalecimento do seu espírito, agora ouviremos o versículo 157 da surata de Bácara:

هم المهتدون أولئك عليهم صلوات ربهم ورحمة وأولئك

Estes serão cobertos pelas bênçãos e pela misericórdia de seu Senhor, e estes são os bem encaminhados. (Bácara: 157)

Este versículo define grande recompensa para os pacientes, as bênçãos divinas e saudações que são a fonte de sua proteção contra qualquer desvio e erro e que se os destina ao guia  verdadeiro, embora todos os seres humanos apreciam  a bondade e bênção divina, mas, essa saudação e bênção esta é um lugar especial e pertencem aos pacientes, a bênção que certamente irá cobrir o seu guia definitivo.

Então, vamos estudar a lição que aprendemos com esses versículos:

 1. A oração (Salat) não é uma carga, mas é um apoio para o paciente com problemas, assim Deus recomenda paciência para alcançar o salat que estabelece a relação entre o homem limitado ao poder ilimitado de Deus.

 2. Apesar de todos os homens após a morte estão no limbo, o que é realmente a vida do espírito, no entanto, os mártires desfrutam de uma vida especial e distinto entre os outros mortos.

 3. Em provas divinas apenas os pacientes  alcançaram o trinfo e os demais não têm nenhuma via de fugir já que a prova divina e para todos.

 4. A raiz da paciência é acreditar em Deus e no dia da ressurreição que facilita a ajuda em  vida do homem.

5. Paciência e perseverança são as fontes da felicidade do homem neste mundo e também são muita as suas recompensas espiritais e  sobrenaturais.

Finalizamos a noosa edição,  despedimo-nos , rogando a Deus que nos coloque no caminho dos verdadeiros fiéis ou seja, os profetas e aqueles que não falham  nas provas.

Add comment


Enlaces