Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Wednesday, 06 January 2016 16:42

Surata Bácara (A Vaca), versículos 163-166 (Parte 35).

Surata Bácara (A Vaca), versículos 163-166 (Parte 35).
Na edição de hoje de "Os Caminhos para a Luz" , seguimos os nossos cometários e as traduções dos versículos da surata Bácara.

 

وإلهکم إله واحد لا إله إلا هو الرحمن الرحیم

Vosso Deus é Um só. Não há mais divindade além Dele, o Clemente, o Misericordiosíssimo. (Bácara: 163)

إن فی خلق السماوات والأرض واختلاف اللیل والنهار والفلک التی تجری فی البحر بما ینفع الناس وما أنزل الله من السماء من ماء فأحیا به الأرض بعد موتها وبث فیها من کل دابة وتصریف الریاح والسحاب المسخر بین السماء والأرض لآیات لقوم یعقلون

Na criação dos céus e da terra; na alteração do dia e da noite; nos navios que singram o mar para o benefício do homem; na água que Deus envia do céu, com a qual vivifica a terra, depois de haver sido árida e onde disseminou toda a espécie animal; na mudança dos ventos; nas nuvens submetidas entre os céus e a terra, (nisso tudo) há sinais para os sensatos (Bácara: 164).

Este sistema coordenado por um lado é um sinal da unidade do Criador do mundo, e por outro lado é motivo da ciência e poder ilimitado Dele. Pode dizer que o mundo é como um longo poema que tem muitos versos, mas todos são harmoniosos e em conjunto indicam que está composta por um poeta talentoso. Estes versos enfatizam a unicidade de Deus, refere-se a seis casos dos sinais da grandeza de Deus o que definimos a seguir.

1. O princípio da criação dos céus e da terra, a terra em que vivemos, com o seu grande tamanho é apenas uma planta que é uma dos milhares de sistema solar da Via Láctea.

2. O movimento da terra a volta do sol que cria noite e dia, e também quatro estações diferentes do ano.

3. Navios estão imersos no mar e, portanto a carga e passageiros servem ao homem e, embora seja muito grande e pesado não afundar na água, mas que o vento soprando os traz longas rotas.

4. As chuvas que desceu do céu e anima a nova vida nova da terra, e criam várias plantas e animais, é água pura e limpa que motiva a frescura do ar e o ambiente.

5. É o vento que sopra não só motiva o movimento dos navios, mas ele é também meio da polinização das plantas, o movimento das nuvens e o ar quente e frio que limpam o ar poluído da cidade.

6. As nuvens que carregam um grande volume de água, no entanto, ao contrário da gravidade estão pendentes entre o céu e a terra e transladam água de um lado para outro.

Desde logo é evidente que aqueles que podem entender a grandeza e singularidade de Deus através destes sinais que pensam neles e não os deixam sem meditação e deliberação.

Agora vamos ouvir o versículo 165 da surata Bácara.

ومن الناس من یتخذ من دون الله أندادا یحبونهم کحب الله والذین آمنوا أشد حبا لله ولو یرى الذین ظلموا إذ یرون العذاب أن القوة لله جمیعا وأن الله شدید العذاب

Entre os humanos há aqueles que adotam, em vez de Deus, rivais (a Ele) aos quais professam igual amor que a Ele; mas os fiéis só amam fervorosamente a Deus. Ah, se os injustos pudessem ver (a situação em que estarão) quando virem o castigo (que os espera!), concluirão que o poder pertence a Deus e Ele é muito severo no castigo. (Bácara: 165)

Apesar de todos os sinais da existência nos céus, a terra e no mar, animais e plantas são os testemunhos da unicidade de Deus, no entanto, os que não meditam esses sinais só observam o aparente e, em vez de adorar a Deus, adoram o outro, às vezes consideram o poder de influência dos astros em sua vida e adorar a estrela do seu destino, outras vezes consagram a santidade aos animais e adorar um animal tal como uma vaca, por vezes fabricam um ídolo de madeira ou de pedra e se rendem perante ele e sacrificam o seu amor por ele.

De vez em quando, consagram um papel igual a Deus para homens na criação da vida e que estão dispostos a sacrificar suas vidas por ele. Todos esses amores que estão nos corações, em vez de amar o divino motivam a rendição aos falsos criadores, enquanto precisa ter fé em Deus, é que o homem só ama a Deus e entra no seu caminho.

Este carinho é conseguido através de sabedoria e conhecimento e não como o amor dos politeístas que é baseado na ignorância e superstição, claro, aqueles que adoram ao Deus, vão ver o dia da ressurreição, entendem que todos os poderes estão na mão de Deus e os outros sem motivo são dirigidos em direção a ele pelo poder e honra.

Agora vamos ouvir o versículo 166 da surata Bácara:

إذ تبرأ الذین اتبعوا من الذین اتبعوا ورأوا العذاب وتقطعت بهم الأسباب

Então, os chefes negarão os seus prosélitos, virão o tormento e romper-se-ão os vínculos que os uniam. (2: 166)

Este versículo é um aviso para o homem, “Ó homem tem cuidado”! Quem segue e o amor de quem está no seu coração, e ver quem é o seu líder. Devemos amar aquele que não nos deseja como um meio de alcançar os seus desejos e caprichos no mundo, na escolha do líder devemos ter cuidado, porque os nossos destinos foi dado a eles e até o dia da Ressurreição e neste dia cada pessoa irá acompanhar com seu líder.

Agora vamos repassar as lições que aprendemos nesses versículos.

1. O conhecimento da natureza é um dos caminhos do conhecimento de Deus, porque a natureza é o local do manifesto da ciência, o poder e a sabedoria de Deus.

2. A cada coisa e quem amenizar o Deus, isso é o sinal de politeísmo e distância de Deus.

3. O sinal da fé é o amor resistente e carinho que aparece em fazer os mandatos de Deus.

4. No dia da ressurreição os amores falsos fundados em base da ilusão e capricho vão se tornar na animosidade e ódio.

5. Os líderes não divinos e os tabus, no dia da ressurreição não só não tem poder, mas que também estão infiéis e se separam infiéis e seus seguidores.

 

Add comment


Enlaces