Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Wednesday, 01 July 2015 16:27

Na presença do “generoso de Ahlul Bait” (Casa do Profeta), o Imam Hassan (S.A)-(O especial Aniversário do Nascimento do Imam al-Hassan)

Na presença do “generoso de Ahlul Bait” (Casa do Profeta), o Imam Hassan (S.A)-(O especial Aniversário do Nascimento do Imam al-Hassan)
Quando os dias espirituais e bonitos de Ramadan chegam a quinzena, atinge a certa espiritualidade e esplendor, festas espirituais ultrapassam do domínio doméstica, o espírito de caridade e perdão irá aumentar significativamente.

 

Nas ruas e mesquitas, as pessoas são convidadas a Iftar (quebra de jejum), em todos os lugares se falam da generosidade e benevolência do Imam Hassan (S.A), o generoso da casa Profética (Ahlul Bit). No meio do mês do Ramadã, as pessoas, seguindo a conduta do Imam Hassan (as), associam os seu atos de caridade e atendimentos aos pobres e órfãos ao jejuar e orar, celebrando o aniversário do nascimento deste Imam, com grande alegria e jubilo espiritual.

Benevolência e generosidade são dos destaques caraterísticas do Imam Hassan (AS). Ele era a esperança dos pobres e necessitados, muitas vezes, sem os pedintes expressarem as necessidades, ele recorreu a ajuda-los nem permitir que a pessoa se envergonhar ao implorar. Imam Hassan por esta generosidade e ajudas substanciais para os pobres, sendo notáveis, na consolidação e fornecimento de uma vida decente para os mais necessitados, portanto, é conhecido como o generoso da santa casa do Profeta. “Suyuti, um sábio muçulmano escreveu: Hassan al-ibn Ali, possui abundantes virtudes morais e humanas, sendo ele gracioso, paciente, digna, generoso, benevolente, sempre elogiado pelo povo.”

Quinze dias após o Ramadã do terceiro ano de Hijra, nasceu mais uma flor da árvore profética, e o Imam Hassan (AS) como o primeiro neto do Profeta Mohammad (PECE) nasceu. O seu nascimento auspicioso, mais uma botão na arvore de "Al Aba” cuja fragrância, enfeitava o jardim do banquete divino. Feliz aniversário do seu abençoado nascimento que ocorreu no mês do Ramadan aos nossos queridos leitores.

Logo que o Imam Al Hassan (A.S.) nasceu, Hazrate Fatima Ali (AS), sua mão, pediu ao pai, o Imam Ali, escolher um nome para o seu filho recém-nascido. Ali (A.S) disse: "Eu não posso anteceder o Profeta na escolha do nome para o nosso filho”. O seu pai o levou até o Mensageiro de Deus (S.A.A.S.), e este, ao tomar o recém-nascido nos braços exclamou: “Deus te guarde e a teu filho contra o a maldito Satanás”, fazendo em seguida o Azan em seu ouvido direito e Icamat no seu ouvido esquerdo. Depois o profeta disse: "Gabriel me apareceu e após a parabenizar o nascimento do filho, disse:" O Senhor diz, o Ali é como Aarão, irmão mais velho de profeta Moisés para você. Então escolha o nome do filho de Aarão. Eu perguntei: O que é o filho de Aarão? Gabriel disse: "Chabar". Eu disse a minha língua é árabe. Disse em árabe, é "Hassan", e depois o chamou de Al Hassan por inspiração de Deus, sendo o primeiro a ter esse nome.

Imam Hassan (PECE) é o primeiro descendente (neto) da família do Profeta. O seu avô é Profeta (PECE), o seu pai Ali (AS), e a sua mãe é a Fátima (SA). O Imam Al-Hassan (A.S.) se desenvolveu no convívio com seu avô, O Mensageiro de Deus (S.A.A.S.), o qual sempre o envolvia com seu carinho e compreensão, durante longos oito anos, e, após a morte do Profeta Mohammad (S.A.A.S.), o Imam Al-Hassan (A.S.) passou a conviver no lar dos seus pais, o Imam Ali e Fátima “Azzahra” (a paz esteja com ambos), onde aperfeiçoou seus conhecimentos da fonte do Islã, na Escola da Revelação, isto é, beneficiando-se da inspiração que lançou sobre a humanidade os raios da sabedoria e da misericórdia. Nas sete anos de vida, Imam Hassan perdeu o seu avô. O seu avô, o gostava muito. Profeta brincava com ele dizendo: “Al-Hassan é de mim e eu sou dele, e Deus amará aquele que o amar”.

Crianças de Fátima foram muito amados por Santo Profeta. Um dia, a filha do Profeta, e os seus dois filhos Hassan e Hussein visitaram o Profeta (P.E.C. E) e disse: amado Pai, estes são seus filhos, deixe um legado que eles para sempre lembrarem o senhor. O Profeta (P.E.C. E) disse: “Hassan ganhará o prestigio e coragem e o Hussein vais ter as virtudes do perdão e também coragem.”.

A generosidade e exaltação do espírito do Imam, era de tal modo que o profeta do Islã (PECE), mesmo ele sendo o menor da idade, levava o neto como testemunho em alguns tratados. Quando o Profeta de Deus desafia o povo de Najran, o Imam Hassan e o Imam Hussein e Imam Ali e Fátima, pela ordem de Deus, o acompanharam e foi revelado o versículo de purificação a este respeito. Dentre as missivas que o Mensageiro de Deus (S.A.A.S) enviou aos reis e patriarcas, onde os exortava ao Islã, uma delas foi ao clã de Bani Nidjrán, povo estabelecido ao nordeste do Iêmen e que eram cristãos, chamando-os também ao Islam. Entretanto, os Bani Nidjrán não se converteram, porém, foram ao seu encontro, em Medina, onde se centralizava a sede do Governo islâmico, a fim de dialogarem com o Profeta Mohammad (S.A.A.S) sobre a própria religião e defender suas próprias opiniões. Consequentemente, Deus ordenou Seu Profeta em reunir “Ahlul Bait”, isto é, “Gente da Casa” para seguirem com ele na “Al-Mubáhalat”, que significa Polêmica ou Controvérsia, é uma forma de cada um dos lados, lançar praguejamento de sofrimento à parte embusteira, com os cristãos de Bani Nidjrán. Obedientemente, o Profeta Mohammad (S.A.A.S) foi ao encontro deles, acompanhado com a “Gente da Casa” e que eram: Ali ibn abi Taleb, o recomendado do Mensageiro e ao mesmo tempo, primo e genro, Fátima Azzahra sua filha e senhora das mulheres do mundo, Al-Hassan e Al-Hussein, seus netos, denominados por “Os senhores da juventude habitante do Paraíso”.

No que diz respeito à sua nobreza de caráter e generosidade, o Imam Al-Hassan (A.S) jamais negou auxílio a quem o procurasse, beneficiando-o com abundância. Imam Hassan (A.S) fazia tudo em seu alcance na pratica de boas ações no caminho de Deus. Os historiadores mencionaram em suas obras o caráter e a índole do Imam Al-Hassan (A.S), e que  na descrição da sua vida honrosa, registraram donativos sem precedentes e grandes contribuições de caridade. Era uma vez,  um pedinte procurou o Imam Hassan (A.S). Mas por causa da vergonha, não pude expressar o seu pedido e o Imam disse- lhe, para escrever sua solicitação. O homem o fez. Quando ele ler sua carta, pagou a pessoa o duplo. Um dos presentes disse: Ó filho do Mensageiro de Deus, esta carta trouxe muito beneficio para ele. Imam respondeu: "foi uma bênção para nós, nós somos entre os benfeitores”.

O Imam Hassan, durante sua vida abençoada desempenhou grande esforço para a orientação as pessoas, e o seu modo interessante de tratar as pessoas atraia muita gente. O Imam Hassan ibn Ali foi dos mais devotos em sua época, e dos mais desprendidos e generosos. Ele convidava as pessoas para adorar e devoção e uma oração pura e sincera. Ele no ato de oração vestia os seus melhores trajos, quem perguntava o motivo, respondia: Deus é belo e gosta de belezas, e por este motivo ele gostava muito de se apresentar bonito e bem arranjado na presença divina, o Senhor ordenou que frequentassem nas mesquitas, bem arranjados.

Entre a sublimidade de sua conduta está a paciência, particularmente no tempo da sua liderança e orientação das pessoas. Com a mesma paciência, frustrou os truques do governo do seu tempo e com a assinatura do tratado da paz com Muawiyah, de fato, ele levantou a bandeira da luta contra os opressores de maneira diferente. Os historiadores escreveram: “Um dia Imam Hassan, montando de cavalo, passava de um lugar”. O homem de “Sham” (Levante)  o ofendeu. Imam apenas o cumprimento! Então riu e disse: ó homem! Eu acho que você não é daqui... se pedir algo, eu vou dar-lhe. Se você é faminta, se você precisa de roupas, se você precisar de alguma coisa, vou lhe oferecer... agora você é meu convidado. Enquanto você está aqui, é o meu hóspede. o homem do Levante comovida de tanto generosidade e atenção e empatia começou chorando e disse: "Testemunho de que você é o califa de Deus na terra, e Deus sabe melhor onde colocar o Califado e a missão de orientação. Eu era um inimigo jurado de você e do seu pai. Mas agora considero o senhor o mais amado criatura de Deus”.

O homem, a partir de então, se tornou amigo e seguidor do Imam (A.S), enquanto estava em Medina, foi também convidado do ilustre Imam.

Imam Hassan (PECE) era muito popular. Todas as pessoas de perto e de longe o reverenciavam. Uma das manifestações públicas da sua popularidade era isto que o publico estendia um tapete a frente da sua casa em Medina, onde o Imam sentia e atendia as necessidades e resolvia os seus problemas.

Todo mundo que lá passava, parava em instante para ver seu rosto e ouvir as suas palavras.

Imam (AS) disse: “O mais sublime junto do Deus, é quem conhece o direto do povo e respeitar estes direitos, sendo mais do que tudo diligente. E aquele que tem humildade para com o seu irmão religiosa, Deus o considera dos benfeitores e xiita honesta e seguidor do Imam Ali (S.A)".

Seja feliz o aniversário o Imam Hassan, o Imam generoso e o senhor dos jovens do Paraíso e da Ressurreição, aos todos os seus seguidores e seus amantes.

Add comment


Enlaces