Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Monday, 14 December 2015 07:45

Carta do líder iraniano, um ato inteligente contra planos de islamofobia do sionismo

Carta do líder iraniano, um ato inteligente contra planos de islamofobia do sionismo
O partido Jamaat-e-Islami do Paquistão disse que a recente carta do líder iraniano é um passo inteligente para a nova geração conhecer as conspiração dos Estados patrocinadores do terrorismo.

   

Para o líder do partido social conservador  e político de Jamaat-e-Islami, Liaqat Baloch, a carta mostra a responsabilidade que sente o líder da Revolução Islâmica, o aiatolá Seyed Ali Khamenei, à juventude ocidental uma onda maciça islamofobia.      

Entrevistado na terça-feira pela agência de notícias iraniana IRNA, o político paquistanês ressaltou que são necessárias para desbaratar os complôs desenhados por grupos terroristas e seus patrocinadores que procuram expandir a islamofobia no mundo.    

Ele disse que os grupos terroristas que andam cometendo crimes em nome do Islã têm sido criado e patrocinado pelo sionismo e seus aliados ocidentais, com o único propósito de fornecer uma imagem violenta com  a religião mais completa divina.    

Dada esta atmosfera envenenada por anti-islâmicas propagandas, é um dever de toda a comunidade islâmica, de acordo com Baloch, colocar de lado as diferenças e unir-se em uma fileira e trabalhar para apresentar ao mundo um verdadeiro Islã.    

O líder iraniano no domingo convidou pela segunda vez (após a sua primeira carta enviada em janeiro) os jovens ocidentais, descrevendo os recentes ataques terroristas na capital francesa, Paris, de "terrorismo cego" e uma luto comum para o Ocidente e o mundo islâmico, para aprofundar os seus conhecimentos sobre o Islã.

O trágico incidente ocorreu em Paris em 13 de novembro, deixou pelo menos 130 mortos e foram reivindicados pelo grupo terrorista Daesh.     

Aiatolá Khamenei também acusou os EUA e seus aliados ocidentais de criar e armar grupos terroristas como o Talibã, a Al-Qaeda e suas afiliadas, e denunciou o duplo padrão do Ocidente na luta contra o extremismo.

Add comment


Enlaces