Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
terça, 05 janeiro 2016 04:13

Líder iraniano acusa EUA de tentar influenciar próximas eleições

Líder iraniano acusa EUA de tentar influenciar próximas eleições
O Líder da Revolução Islâmica, o aiatolá Seyed Ali Khamenei acusou os Estados Unidos de tentar influenciar as eleições em 26 de fevereiro.

"Os americanos estão de olho em eleições, mas o grande povo iraniano (...) agirá contra a vontade dos inimigos e lhes dará uma bofetada como no passado", disse o líder iraniano em um discurso para os Imames de orações coletivas de sexta-feira em todo o país.

A este respeito, ele denunciou EUA a procurar distanciar a nação iraniana dos objetivos da Revolução Islâmica (1979) , a favor dos seus próprios objetivos. "Aqueles que têm acesso às informações abem das armadilhas (pelos americanos) para o país, a fim de se infiltrar na opinião e decisões das pessoas", sublinhou. Ele também alertou contra a infiltração de "elementos ocultos" na Assembleia Consultiva Islâmica do Irã (Majles), a Assembleia de Peritos ou qualquer outro órgão do Estado. Mais cedo, o líder iraniano havia afirmado que as conspirações dos inimigos para infiltração política e cultural no Irã são uma das principais ameaças que o país enfrenta, após o acordo nuclear alcançado em julho passado entre Teerã e o Grupo 5 + 1.

A V eleição da Assembleia de Peritos será realizada em 26 de fevereiro, bem como as eleições para o Parlamento. A Assembleia de Peritos do Irã é o mais alto órgão de monitorar, nomeação e substituição do líder do país, e para assegurar a correta aplicação da lei e os valores da Revolução Islâmica. De acordo com o Ministério do Interior iraniano, mais de 12.000 candidatos se inscreveram para as eleições parlamentares e 800 para as eleições da Assembleia de Peritos

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces