Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
quarta, 20 janeiro 2016 16:27

Líder: O pacto nuclear é resultado de esforços do povo e dos cientistas iranianos

Líder: O pacto nuclear é resultado de esforços do povo e dos cientistas iranianos
O Líder da Revolução Islâmica do Irã, o aiatolá Seyed Ali Khamenei, disse que o acordo nuclear alcançado entre Irã e o Grupo 5 1, foi resultado dos esforços da nação e dos cientistas iranianos, e não um favor dos EUA. “Algumas pessoas tentam fazer crer que as conquistas conseguidas (no âmbito do acordo nuclear alcançado em julho de 2015), são um favor dos EUA para nós, mas não é assim”, sublinhou o aiatolá Khamenei. Ele acrescentou que apesar de ser “um grande e importante evento”, não correspondem as todas as expetativas do Irã. As conquistas atuais são o resultado do trabalho árduo da equipa negociadora nuclear iraniano, chefiada por chanceler, Mohammad Javad Zarif, e o Presidente Hassan Rouhani, afirmou o Líder em um discurso na nesta quarta-feira num encontro com os funcionários de organização de eleições legislativas em Teerã. Tem instado ao Governo e Comité supervisor do Plano Integral de Acção Conjunta (JCPOA, por suas siglas em inglês), a controlar minuciosamente os passos do G5+1 quanto à aplicação integral do pacto nuclear, e advertiu sobre supostos conspirações da contraparte. “(Os servidores públicos iranianos) Devem estar atentos às possíveis enganos e conspirações da contraparte, pois, não se pode confiar em seu sorriso ou na máscara que tem posto”, tem dito o Líder. O aiatolá Khamenei pediu às instituições governamentais tomar medidas pertinentes no caso da parte ocidental infringir os seus compromissos vigentes no âmbito do acordo nuclear que se conhece também, como o JCPOA.

 

 

Tem pedido ao Governo e a outras instâncias nacionais que actuem com planejamento para superar os problemas da vida do povo, argumentando que só entre o 20 e 40 por cento dos problemas económicos do país pode estar relacionado com as sanções - que foram levantadas conforme o pacto nuclear.

O líder elogiou a força naval do Corpo de Guardiães da Revolução Islâmica do Irã (CGRI), por interceptar e apoderar-se de duas embarcações militares da Marinha norte-americana que se entraram ilegalmente, no passado 12 de janeiro, nas águas territoriais do Irã no Golfo Pérsico e acrescentou: "Os políticos também, devem actuar da mesma forma: ver onde eles (os inimigos) cruzam as linhas vermelhas, e se enfrenta-los com toda a sua força".

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces