Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Thursday, 24 September 2015 09:42

Acordo com FARC "equipara sociedade civil e terrorismo"

Acordo com FARC "equipara sociedade civil e terrorismo"
O ex-presidente colombiano Álvaro Uribe disse na quarta-feira que o acordo anunciado entre o Governo da Colômbia e os guerrilheiros das FARC coloca em pé de igualdade "a sociedade civil e o terrorismo".

 

"O Governo aceitou equiparar a sociedade civil ao terrorismo", disse Uribe, senador do Centro Democrático, num comunicado com nove pontos em que expressa a sua posição sobre o acordo alcançado pelo Presidente Juan Manuel Santos e o líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), Rodrigo Londoño.

Uribe, antecessor de Juan Manuel Santos na presidência, considera que com este acordo "qualquer cidadão fica exposto ao risco de ter de aceitar um crime que não cometeu como condição para não ser condenado à prisão".

"O Governo aceitou abrir aos terroristas todas as possibilidades de participação na política, sem excluir os responsáveis por atrocidades", diz ainda.

O governo colombiano e as FARC anunciaram na noite de quarta-feira, em Havana, um acordo considerado decisivo para a paz entre as partes.

O acordo prevê a criação de um tribunal especial para a paz e o Estado colombiano vai conceder uma amnistia "o mais ampla possível" aos delitos políticos, ficando de fora os crimes que na legislação da Colômbia estejam tipificados como sendo de lesa-humanidade, genocídio ou graves crimes de guerra.

O acordo contempla ainda a entrega das armas pelas FARC num prazo de 60 dias.

O Presidente colombiano já afirmou que o acordo de paz vai ser assinado no máximo "dentro de seis meses"

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces