Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Friday, 25 September 2015 14:54

Colombianos por acelerar fim do conflito após pacto sobre justiça

Colombianos por acelerar fim do conflito após pacto sobre justiça
Depois do acordo alcançado entre o Governo colombiano e as FARC-EP em matéria de justiça de transição, vozes do cenário nacional convocam hoje a continuar respaldando os diálogos pacificadores para acelerar o fim do conflito.

 

 

O movimento Marcha Patriótica, liderado pela advogada e ex-congressista Piedad Córdoba, celebrou a assinatura desse pacto e pediu para apressar as conversas entre as partes beligerantes com o objetivo de decretar o cessar-fogo bilateral.

 

Representantes governamentais e das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército do Povo (FARC-EP), anunciaram na última quarta-feira em Cuba a chamada Jurisdição especial para a paz, assinada na presença do presidente Juan Manuel Santos e do máximo líder das FARC-EP, Timoleón Jiménez.

De acordo com o documento divulgado durante a reunião, tal mecanismo prevê a criação de salas e tribunais para investigar, julgar e sentenciar atores do conflito bélico, sob a premissa de que não ficarão impunes crimes de lesa humanidade, as execuções extrajudiciais nem outros fatos conceituados graves.

 

Não obstante, prevê benefícios de anistias e indultos para determinados casos de delitos políticos e relacionados.

Sem justiça será impossível um ambiente de distensão e reconciliação verdadeiro, significa direitos para as vítimas do conflito, sem exclusão alguma, sublinhou um comunicado do Partido União Patriótica (UP), agrupamento que sofreu um genocídio político décadas atrás quando perdeu mais de quatro mil de seus integrantes.

Equipes do Executivo e das FARC-EP dialogam em Havana desde 2012 para encontrar uma solução negociada para a guerra interna.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces