Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Monday, 14 March 2016 12:03

Reconstruções em 3D grandes áreas arqueológicas na Síria

Reconstruções em 3D grandes áreas arqueológicas na Síria
Reconstruções em 3D de grandes áreas arqueológicas sírias ameaçadas pela guerra estarão disponíveis a partir desta terça-feira no banco de dados em linha "Syrian Heritage".

Estas reconstruções serão fruto de uma vasta operação de digitalizações da 'startup' francesa Iconem em colaboração com a Direção Geral das Antiguidades e Museus da Síria (DGAM).

Enquanto centenas de lugares sírios foram destruídos ou capturados desde o começo do conflito em 2011, entre os quais os famosos templos de Bel e Balshamin em Palmira, no centro da Síria, dinamitados pelo grupo terrorista EIIL (Daesh, em árabe), Iconem viajou no final de 2015 a Damasco, capital síria, para brindar material e formação a uma quinzena de arqueólogos sírios, precisa esta empresa em desenvolvimento em um comunicado.

Iconem, em associação com Microsoft, o Instituto de Investigação em Informática francês (INRIA) e a Ecole Normale Supérieure (ENS), utilizam drones equipados de aparelhos fotográficos que sobrevoam os lugares, bem como uma tecnologia inovadora para o tratamento de imagens conhecida como fotogrametría, capaz de sintetizar milhares de tomadas para reproduzir os monumentos com grande precisão.

Entre os lugares já digitalizados figura o Krak dos Cavaleiros, um imenso castelo fortaleza dos cruzados medievais localizado ao norte de Damasco, que marca o século XI, a cidadela de Damasco da mesma época, e a mesquita dos Omeyas também da capital, bem mais antiga (século VIII), bem como casas tradicionais do período otomano, o Palácio Azem, onde residia o governador, o teatro romano de Jableh e o lugar fenicio de Ugarit, o que prova a mais antiga escritura alfabética do mundo.

Iconem também tem digitalizado as coleções de grandes museus sírios, entre os quais figura o de Latakia.

Estas imagens em 3D, publicadas progressivamente nas áreas do Iconem e da DGAM, oferecem visitas virtuais interactivas, videos em imagens de sínteses e documentação para uso científico.

há cinco lugares de acesso livre: a mesquita dos Omeyas, o espaço de Ugarit, casas damascenas, o teatro de Jableh e o Krak dos Cavalheiros . A coleção íntegra estará disponível a partir em finais de maio.

Add comment


Enlaces