Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
segunda, 18 janeiro 2016 13:28

O governo vai frustrar os esforços do inimigo para se infiltrar no Irã

O governo vai frustrar os esforços do inimigo para se infiltrar no Irã
O presidente iraniano felicita o Líder supremo da Revolução islâmica pela implementação do acordo nuclear e promete que o governo, após o levantamento das sanções, vai frustrar qualquer tentativa do inimigo para se infiltrar no país.

 

Em uma carta, endereçada na segunda feira ao líder, o presidente Rouhani, lhe agradeceu pelo forte apoio ao Governo e à equipe negociadora durante todo o processo de negociações com o Grupo 5 1, e também agradeceu a nação por sua paciência e resistência mais de uma década de pressão e embargos impostos pelo Ocidente.

"A República Islâmica do Irã, graças às suas capacidades de defesa, política, economia e diplomacia, é um dos principais fatores de garantias da paz, da estabilidade e da segurança na região", escreve o presidente do Irã, Hassan Rouhani, em uma carta ao líder da Revolução Islâmica, Aiatolá Seyed Ali Khamenei.

A presidente lamenta que os críticos regionais e ocidentais do acordo nuclear, ainda que tenham frustrado suas tentativas de boicotar as conversas e até mesmo bloquear o acordo com o Sexteto, continuam usando todos os meios para aumentar iranofobia.

Rouhani prometeu que a sua Administração, de acordo com as orientações do líder, supervisionará minuciosamente o cumprimento dos compromissos do G5 + 1 em termos do pacto nuclear, tomará medidas adequadas a qualquer possível violação do acordo por contraparte, e abortará qualquer tentativa do inimigo para se infiltrar no país durante a nova era pós-sanções.

Ele também prometeu que o governo vai aproveitar a oportunidade do acordo nuclear e a remoção das sanções ocidentais para fortalecer a economia, criar mais oportunidades de emprego e melhorar o bem-estar das pessoas.

Na carta dirigida ao líder, Rouhani enumerou 11 conquistas conseguidas por Teerã com a entrada em vigor desde sábado do Plano Integrado de Ação Conjunta (JCPOA), ou seja, o acordo nuclear assinado em 14 de Julho, 2015, com o Sexteto (EUA, Reino Unido, França, Rússia, China e Alemanha).

1-Têm conseguido todas as demandas estratégicas da nação iraniana para acesso à energia nuclear para fins pacíficos, e nosso programa nuclear conta com o reconhecimento e o respeito da comunidade internacional, com suas dimensões comerciais e industriais.

2- Vai continuar o programa de enriquecimento de urânio e o país vai entrar no clube dos produtores internacionais de combustível nuclear.

3-O reator de usina de água pesada em Arak (no centro do Irã) vai se tornar em um moderno e avançado centro de investigação e de cooperação internacional.

4-Graças à importação de mais de 200 toneladas de bolo amarelo (yellowcake) (da Rússia), as reservas estratégicas de urânio no Irã têm aumentado significativamente, pela primeira vez desde a Revolução Islâmica (1979).

5-Graças à venda de urânio enriquecido e água pesada produzida no país, a República Islâmica se enquadra na lista pequena e seletiva países exportadores deste material.

6-Além disso, as portas estão abertas para a cooperação internacional com o programa nuclear iraniano, por exemplo, na construção de usinas de energia nuclear e reatores de investigação, de produção de combustível, a investigação, o progresso na tecnologia nuclear, a fusão nuclear, medicina nuclear, a segurança nuclear, dessalinização e proteção ambiental. 7-se removeram de uma vez só, os seis resoluções anteriores do Capítulo VI da Carta das Nações Unidas. Atualmente, a única Resolução viável contra o Irã é o 2231 do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), que se eliminará no prazo de 10 anos após a entrada em vigor do pacto nuclear.

8- 12 resoluções contra o Irã do Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) foram cancelados. Se cerrou o caso das possíveis dimensões militares (PMD) do programa nuclear iraniano e a única Resolução que tem credibilidade, é a que apenas monitora a implementação pelo Irã do JCPOA.

9- Foram levantadas todas as sanções económicas e financeiras relacionadas com o programa nuclear iraniano e aprovadas em Conselho de Segurança, UE e EUA em diferentes setores: as transações financeiras, as atividades bancarias o sistema do SWIFT, o investimento, serviços de seguros, créditos à exportação, petróleo, gás, petroquímico, trânsito, transporte, portos, comércio de ouro e metais preciosos, automóveis e aviões. Atualmente, o país pode reforçar a sua presença na economia global, e acesso aos mercados de capitais internacionais.

10-Estão descongelados os bloqueios aos bens iranianos devido às sanções, o que cria oportunidades de investimento e emprego no país.

11-O mais importante de tudo é que têm frustrado os esforços sistemáticos dos inimigos do Islã e do Irã, que durante anos fizeram o seu melhor para mostrar uma imagem demoníaca da Revolução Islâmica, e, finalmente, a comunidade internacional vê a imagem pacífica e humanitária do Irã islâmico.

 

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces