Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
sábado, 16 janeiro 2016 19:44

Nova Marca de roupa promete mudar a vida de mulheres pobres em Moçambique

Nova Marca de roupa promete mudar a vida de mulheres pobres em Moçambique
Uma nova marca de roupas feitas na base da capulana promete mudar a vida de mulheres carenciadas de Pemba, no norte de Moçambique, um projeto de moda que visa dar oportunidade a mães solteiras e desfavorecidas.

A marca, designada "Ikuru" - que significa força, na língua macua -, foi criada há um ano e pretende, além de exaltar valores africanos a partir da capulana, dar ensejo a mães solteiras de Pemba, na província de Cabo Delgado, proporcionando-lhes oportunidades de trabalho bem como meios para uma formação técnica específica em áreas relacionadas com a moda.

"A ideia é unir a moda à responsabilidade social", disse à Lusa a fundadora e gestora da Ikuru, Sarah Bove, salientando que um dos principais desafios da iniciativa atualmente é a expansão do projeto para outras províncias moçambicanas.

Com uma linha simples e alegre, resultante das cores vivas da capulana, as roupas Ikuru procuram aliar o estilo clássico africano às atuais tendências da moda, sem, no entanto, perderem o espírito e os valores locais.

"As nossas roupas são vivas e simples, para todos os gostos", salientou Sarah Bove, reiterando que "mais do que uma marca, esta é uma forma de melhor a vida de mulheres de famílias carenciadas.

A iniciativa conta atualmente com sete trabalhadores, entre modista e gestores, e um dos principais desafios que a marca está enfrentar atualmente está relacionado com a sustentabilidade do projeto.

"Em termos de investimento, não tivemos ainda ajuda nenhuma", lamentou a fundadora do projeto, acrescentando que, embora as vendas consigam cobrir algumas despesas internas, a marca precisa de mais fundos para aumentar o número de benificiários.

Além da formação técnica específica numa área relacionada com a moda, as mulheres benificiárias são instruídas em matérias ligadas com a sua sexualidade, através de aconselhamentos e palestras organizadas em parceria com organizações não-governamentais interessadas em áreas como o combate à sida.

"Queremos também ter a certeza de que as nossa mulheres estão em segurança e sabem qual é a importância disse para o futuro das suas famílias", disse Sarah Bove, enaltecendo a importância de iniciativas similares num momento em que o empreendedorismo social parece ser o caminho ideal para a juventude em Moçambique.

Recentemente, a marca apresentou uma das suas coleções de roupa no Mozambique Fashion Week, o principal evento de moda no país, que juntou renomados estilistas moçambicanos na capital moçambicana e.

"A Ikuru é uma pequena iniciativa, estamos cientes disso, mas é uma forma de fazermos o nosso papel, unindo o bom gosto à responsabilidade social", concluiu a fundadora do projeto.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces