Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
domingo, 14 fevereiro 2016 07:58

Brasil suspendeu as sanções contra o Irã

Brasil suspendeu as sanções contra o Irã
O governo brasileiro anunciou o levantamento das sanções contra o Irã devido ao seu programa nuclear.

De acordo com um decreto publicado na sexta-feira no Jornal Oficial, o presidente do Brasil, Dilma Rousseff, deu sem efeito de implementação de sanções impostas ao Irã sob as resoluções aprovadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) contra o programa nuclear do país.

De acordo com o decreto presidencial, as sanções adotadas pelo Brasil são revogadas a partir de sexta-feira seguinte o levantamento das sanções económicas contra o Irão ao âmbito do Plano Integrado de Ação Conjunta (JCPOA, por sua sigla em Inglês), alcançado em 14 de Julho 2015 entre o Irã e o Grupo 5 + 1 em Viena, capital da Áustria.

Com o levantamento das sanções anti-iranianas, o Brasil espera triplicar nos próximos cinco anos, o comércio com o Irã, que até de 30% nos últimos anos por causa de sanções.

Na época, o Brasil se opôs à adoção de sanções contra o Irã, mas foi dobrado, uma vez que foram aprovadas pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), em "respeito" às decisões da organização internacional.

Em 2015, segundo dados oficiais, o comércio bilateral entre o Brasil e o Irã chegou a 1,67 bilhões de dólares, 30% inferior do que em 2011, quando se endurecem as sanções e o saldo da corrente comercial favorecia as exportações brasileiras do setor de produtos agrícolas, setor que caiu a margem das sanções adotadas pela ONU, em um 98,5%.

Em 16 de janeiro, o diretor-geral da AIEA, Yukiya Amano emitiu um relatório confirmando que o Irã cumpriu todos os compromissos assumidos sob JCPOA. Em seguida, o iraniano ministro dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif, e o chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, anunciaram em Viena, a aplicação de o histórico acordo nuclear alcançado em julho de 2015 entre Teerã e o Sexteto.

Tendo recebido o relatório da AIEA, a União Europeia (UE), a ONU e os Estados Unidos levantou as sanções impostas ao Irã por seu programa de energia nuclear.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces