Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
domingo, 24 janeiro 2016 22:51

Conservador Marcelo Rebelo de Sousa é eleito presidente de Portugal

Conservador Marcelo Rebelo de Sousa é eleito presidente de Portugal
O professor de direito e comentarista político Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito presidente de Portugal em primeiro turno nas eleições deste domingo (24).

Com 95% dos votos apurados, ele obtinha 53,19% dos votos. Rebelo de Sousa é filiado ao PSD (Partido Social Democrata), de centro-direita, que tem a maior bancada no Parlamento, mas não conseguiu formar governo. Ele recebeu também apoio do direitista Partido Popular, que forma aliança com o PSD.

Pela primeira vez desde a Revolução dos Cravos, em 1974, Portugal elegeu um presidente no primeiro turno. O segundo, com 21,87% dos votos, foi o ex-reitor da Universidade de Lisboa António Sampaio da Nóvoa, apoiado pelo premiê António Costa.

A terceira colocada foi a eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, com 9,9%. Ela, que aparecia nas pesquisas com menos de 3%, desbancou a ex-ministra Maria de Belém Roseira, que empatava com Sampaio da Nóvoa. A tendência definitiva foi descoberta uma hora e meia depois do fechamento das urnas na parte continental de Portugal, às 19h (horário de Portugal). O pleito foi marcado por uma alta abstenção, de 51,76%, menor que os 53,48% de 2011.

Marcelo Rebelo de Sousa assumirá o cargo em 9 de março, sucedendo o também conservador Aníbal Cavaco Silva, que ficou na Presidência por dez anos. Depois de quatro anos, o país voltará a ter um presidente de direita e um governo de esquerda.

Em Portugal, o presidente tem o poder, entre outras coisas, de demitir o governo, dissolver a Assembleia e ainda vetar as leis aprovadas, embora o Parlamento possa, nesse caso, derrubar o bloqueio presidencial. Por isso, analistas acreditam que Rebelo de Sousa deverá servir de contrapeso às propostas do governo de António Costa, que formou uma aliança entre o Partido Socialista, o Bloco de Esquerda e o Partido Verde. PERFIL

Formado em direito pela Universidade de Lisboa, onde também foi professor, Marcelo Rebelo de Sousa é comentarista político desde 1993, tendo passado pela emissora de rádio TSF e pelos canais de televisão TVI e RTP. Antes de sua carreira nos meios eletrônicos, foi diretor dos jornais "Expresso" e "Semanário". Durante sua carreira jornalística entrou em contato com políticos de diversos partidos, embora seja filiado ao Partido Social Democrata.

A ligação com a política veio também de seu pai, Baltasar, que foi governador-geral de Moçambique durante a ditadura de António de Oliveira Salazar (1938-1970) e ministro no período autoritário de Marcello Caetano (1970-1974). Foi do pai que veio a relação de Rebelo de Sousa com o Brasil. Depois da Revolução dos Cravos, em 1974, Baltasar se mudou para o Rio, e anos depois, veio para São Paulo, onde foi administrador de diversas empresas. Neste período, o novo presidente viajou diversas vezes para visitar o pai. Desde 2010, o filho dele, Nuno Rebelo de Sousa, mora em São Paulo, onde é diretor de Relações Institucionais da companhia elétrica EDF Brasil.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces