Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
sábado, 31 outubro 2015 03:40

Venha conosco ao Irã – parte 31

Venha conosco ao Irã – parte 31
Cumprimentamos os nossos leitores que seguem este serie de artigos sobre aspetos históricos e naturais do Irã que visa dar conhecer o país aos estrangeiros, hoje vamos apresentar a joia da região sudoeste com a suas deslumbrantes naturezas intatas, ou seja, a Província de Chahar Mahal-Bakhtiary.

 

 

Uma região onde existem fontes abundantes de água, colheitas, clima agradável, geleiras naturais, muitos rios, lagos e florestas de castanheiras, bem como uma bela paisagem; que atrai muitos visitantes.

Este destino turístico no Irã localizada no sudoeste na região do Zagros  a 110 km. da cidade de Isfahan. Alguns turistas descreveram a província de Chahar Mahalo-Bakhtiary como a joia da região de Zagros ocidental, conhecido como o telhado do Irã.  Chahar Mahal-Bakhtiary, com uma área de cerca de 16.000 km2, limitada ao norte pela província de Isfahan e as fronteiras do sudoeste com as províncias de Khuzestan e Kohkiloye e Boir Ahmad, enquanto a noroeste faz fronteira com a província de Lorestão. De acordo com a divisão territorial do país, Chahar-Bakhtiary Mahalo, composto por sete cidades com 850.000 habitantes, cuja capital é Share-Kord, localizado a uma altitude de 2026 metros acima do nível do mar. Chahar-Bakhtiary Mahalo é uma região montanhosa. O pico mais alto chamado ZardKuh, tem 4548 m. de altura, quase sempre coberta de neve que fornece fontes de água, córregos e muitos rios. Os dois maiores  rios da região se chamam Zayandeh-rud e Karun.

Estes rios, especialmente o Karun, subministram anualmente cerca de 11 bilhões de metros cúbicos de água para as províncias de Isfahan e Khuzestan. A província ChaharMahalo-Bakhtiary tem um clima variado. Uma parte da província tem um clima úmido e fresco, e a outra parte é semiúmida, nos invernos frescas e quentes. Esta província desfruta de uma paisagem maravilhosa e verde devido à variabilidade climática e da temperatura em diferentes épocas do ano. Enquanto em certas regiões do sul do Irã, no verão, faz muito calor e são úmidas, em Chahar mahalo-Bakhtiary o clima é muito moderado e a sua temperatura agradável atrai muitos amantes pela natureza para esta região. A abundância de neve na região preparou o terreno para praticar o esqui e outras modalidades de desportos de Inverno, isto mesmo na primavera e no verão. A região, em sua maioria e durante todo o ano, está coberto de neve. A abundância de água também oferece boas condições para o crescimento de plantas e árvores, de modo que uma grande parte desta região é verde, com amplas zonas florestais, nas quais se encontram uma variedade de árvores, como castanheira e amendoeira e etc. Além disso, esta província é rica em plantas medicinais utilizadas no tratamento de diferentes tipos de doenças. A situação meteorológica e também a existência de grandes floretas motivo uma variedade de fauna em que reuniram diferentes animais silvestres, como exemplo, leopardos, ursos marrons, javalis e diferentes tipos de aves, bem como oferecendo pastagens para criação de ovelhas, carneiros e animais domesticas. A região registra um passado bem remoto. Segundo documentos de arqueólogos, Chahar Mahalo-Bakhtiary pertence às civilizações antigas de 4000 a.C., ou seja, no momento da Ilamitas e os Partes, era um dos centros importantes do país em termos comerciais e militares, mas, foi isolado no século IX Hégria.  Esta província está localizada entre dois centros industriais vitais do Irã, ou seja, Isfahan e Khuzestan. Isfahan é um dos centros mais importantes turísticos e industriais e, Khuzestan é, por sua vez, a mina de ouro negro, nomeadamente o petróleo. Neste sentido, o povo de Chahar Mahalo-Bakhtiary, durante muitos anos, tem uma ligação muito perto ao Isfahan e Khuzestan pela economia e o seu estilo de vida no verão. No inverno, o povo da região emigrou para Khuzestan onde o petróleo foi descoberto e lá trabalhou na extração de petróleo. Alias o nome de Chahar Mahalo-Bakhtiary consiste em duas partes. Chahar Mahal tem uma estrutura de campo urbana e inclui regiões como Lar, Kiar, Mizdey e Gandoman. Por outro lado, Bakhtiary é uma região montanhosa habitada por nômades que migram de diferentes partes no inverno. Os bakhtiaries são uma parte da tribo de Lor que significa a terra de árvores e poleiros. Atualmente, na língua Bakhtiary e Lorestan, eles chamam Lor a colinas cobertas de árvores. A principal atividade dos nômades de Bakhtiary é pecuária. No próximo programa, vamos dar a conhecer a cultura da tribo Bakhtiary.

 Até a próxima viagem fiquem com Deus.

Add comment


Security code
Refresh

Enlaces