Este Website está sendo descontinuado. Mudamos para Parstoday Portuguese
Thursday, 10 December 2015 13:53

Venha conosco ao Irã 34

Venha conosco ao Irã 34
      No noroeste do Irã, está localizada uma desenvolvida região chamada o Azerbaijão que devido a sua exclusiva situação geográfica é uma das regiões importantes e estratégicas no Irã.

 

 

E pela amplitude e a sensibilidade que tem se divide em três províncias: a província do Azerbaijão Oriental, o Azerbaijão Ocidental e Ardebil. No programa de hoje, viajaremos à província do Azerbaijão oriental.

O Azerbaijão Oriental, com capital a cidade Tabriz, tem uma superfície superior a 26,254 km2, é uma das mais importantes e mais povoadas das províncias do Irã composta por diferentes cidades. O Azerbaijão Oriental limita pelo norte com o país a República do Azerbaijão e a República Autónoma de Naquichevão, ambas eram, no passado não tão longínquo, parte do território iraniano. Esta província limita-se ao sul com as províncias de Zanjan e o Azerbaijão Ocidental, ao este com a província de Ardebil e, ao oeste com o lago de Orumieh.

O estudo dos documentos históricos indica que há 2600 anos a atual território do Azerbaijão pertencia aos domínios dos reis Medo e era conhecida como o Medo pequeno. Diz-se que a origem do nome desta terra vem do nome de Aturpat, um cavalheiro iraniano da época de Darío III, último rei da dinastía Aquemênida. O geógrafo grego, Estrabo escreveu em 63 A.C.: "Na época de soberania de Alejandro Magno no Irã em 331 a.C., um cavalheiro chamado Aturpat, governador do pequeno Medo, revoltou e livrou uma parte do pequeno Medo que estava no controle dos gregos, por isso, denominaram esta região como Aturpatkan. Mais tarde, foi conhecido com os nomes de Azarbaigan, Azar-abadgan e, posteriormente, Azerbaijão." Esta terra tem sido uma parte da antiga terra do Irã, onde se desenvolveram de diversos acontecimentos.

A província de Azerbaijão Oriental se localiza na grande planalto do Irã que se encontra entre a planície de Mesopotamia e o mar Caspio e inclui as montanhas, as vales, as planícies. A montanha de Sahand com 3.722 de altura é o ponto  mais alto nesta província. Além de Sahanad, há outras serras e montanhas, os verdes vales que têm deixado uma vista agradável e deslumbrante.

Muitos rios, jardins de diferentes frutas, florestas com abundantes flores tais como a anémona, o narciso, o lirio e o jacinto, todos impressionam qualquer visitante.

O clima nesta região é variável pela existência das montanhas, planícies e as vales.

Azerbaijão Oriental conta com um clima frio e moderado. As regiões do leste e sudeste tem um clima moderado tipo Mediterrâneo e o mar Negro, e a parte do oriental está afetada pelo clima do mar Cáspio, e finalmente, a região norte da província, tem uma temperatura fria no inverno parecido da Sibéria da Rússia.

A província de Azerbaijão Oriental é montanhosa e por ali correm diversos rios tais como o rio Aras na fronteira entre o Irã e a República do Azerbaijão. As ricas fontes de águas subterrâneas e superficiais tornaram a esta região um polo importante de agricultura e pecuária do país. Trigo, cevada, arroz, beterraba, o algodão são alguma produtos importantes da região.

A passagem e jardineiras da província do Azerbaijão Oriental também têm uma especial importância. Nas partes com climas moderados quase produz todo o tipo de frutas em que, além do mercado interior também se exportam a outras partes do mundo. As frutas secas são uns dos produtos tradicionais de Azerbaijão Oriental. Alemanha, os Emiratos Árabes Unidos, a Jugoslávia, a Arábia Saudita, a Grã-Bretanha, a Turquia, a Suécia, a Itália, a Canadá e as antigas repúblicas da antiga União Soviética, são os destinos das exportações da região.

Azerbaijão Oriental também é uma das províncias industriais do Irã, especialmente, a cidade de Tabriz, a capital, é um pólo importante, inclusive na história da economia do Irã, em negociar com os países europeus. As cidades industriais no subúrbio de Tabriz têm impulsionado a indústria da província. As fábricas de tratores, automóveis, elevadores, as fábricas de bombas hidráulicas e outras fábricas transformaram a província em um dos importantes regiões industriais do país.

O artesanato da província também é muito atraente. A indústria original de tapeçaria é muito frequente em Tabriz e é um dos maiores produtos não petrolíferos. Tecer o tapete considerou-se, há muitos anos, como uma arte e, hoje em dia também é uma fonte de renda. Os tapetes da região se exportam aos outros países, tais como os EUA, a Alemanha, a França, a Itália, a Grã-Bretanha, etc.

A província também tem suas riquezas nas minas naturais. As minas de cobre na cidade de Ahar, pedras de construção e cimento na cidade de Sufian deram certa importância esta região com a sua variada riqueza natural.

 

 

 

Add comment


Enlaces